Tag Archive | outono

As cores do Outono

O outono é definitivamente a estação do ano que mais gosto. Gosto do friozinho, das cores que se transformam de semana para semana, do céu azul, do Sol quentinho, das folhas que se esparramam por toda a cidade… Acho uma transformação mágica e acho que me transformo junto com a estação. Repenso coisas, volto a prestar atenção em algo que deixei de lado, passo a prestar atenção a coisas novas, resignifico alguns sentimentos, enfim, cresço.

Este ano não foi nada diferente! Bem nada verdade foi. 🙂 Por conta do ritmo do mestrado não consegui curtir, ou melhor, registrar (leia-se fotografar) as transformações que vi durante as frias semanas de outono que tivemos por aqui. Mas repensei muita coisa, viu?! 😀

Mesmo com a correria, felizmente, consegui registrar um pouquinho da beleza dessa estação na universidade. Estava saindo correndo de uma aula e procurando a chave do carro achei a câmera. Como acredito que o acaso não existe, reduzi o passo, olhei ao redor, e voltei a apreciar as cores que tanto me encantam.

E aqui está uma pequenina mostra de um dos dias de outono na Holanda, mais precisamente em Tilburg, na universidade que estudo! 🙂

Semelhanças ou diferenças?

Organizando as fotos me deparei com duas fotos do mesmo lugar, mas em diferentes estações…

A magia das estações do ano…

Agora tenho que ficar esperta e tirar as mesmas fotos, mas na primavera! 😛

As cores não negam: é outono!

Ao olhar as ruas, as árvores e chão, não dá para negar: é outono.

O dia é claro, de céu azul, vento muuuito gelado e toda aquela folhagem verdinha, como mágica, amarela e começa a cair.

outono1outono2outono3

É um processo de transformação natural delicioso de se perceber e viver!

O primeiro dia em Amsterdam

Acordamos cedo, tomamos um bom banho, um ótimo café-da-manhã com direito a dois ovos cozidos com a gema mole (comi o meu e o do Dú ^-^) e claro Gouda, yummy.

De 5 de Setembro a 31 de Outubro estava acontecendo o Elephant Parade – Amsterdam 2009, em que centenas de elefantes bebês pintados por artistas de todo o mundo estavam expostos pela cidade com o intuito de, não apenas chamar a atenção para a situação dos elefantes asiáticos que sofrem de quase extinção, como também de arrecadar fundos para a instituição:

It is Elephant Parade’s mission to become one of the world’s largest financial support organizations for elephants. At the same time Elephant Parade events will attract worldwide attention as well as much needed public awareness and support for the cause of elephant preservation: Elephant Parade elephants will not go unnoticed by the wider public!

Como tínhamos apenas um dia, identificamos no nosso mapa todos os pontos onde haviam elefantes bebês e procuramos por eles no decorrer da nossa andança por Amsterdam.

elephant1

O dia estava frio, mas pudemos aproveitar muito. Caminhamos no sentido do Vondelpark, um parque criado em 1864 lindíssimo. Ele é enorme, super bem cuidado e o outono é realmente uma estação especial. As folhas amarelas-alaranjadas dão um charme ainda maior ao parque e à cidade.

Vondelpark

Depois caminhamos no sentido do Museumplein, a praça onde estão o Van Gogh, o Rijksmuseum e o Stedelijk Museums e a famosa frase, onde todos tiram foto, I amsterdam.

I_amsterdam

Caminhamos mais um pouco e infelizmente presenciamos um acidente… Pois é, como dissemos antes, aqui é cada um por si, uma moto estava passando, em velocidade, na faixa de bicicletas e um taxi estava parado invadindo um pouco a faixa de bicicletas, na hora que o motoqueiro passou pelo taxi o passageiro abriu a porta do carro e só vimos o rapaz e a moto escorregando pela calçada derrubando as outras motos e bicicletas que estavam ali estacionadas. Que sensação horrível! Mas pudera… todos foram bem imprudente, o motoqueiro, o taxista e o passageiro… 😦

Depois de muitas fotos e muitos elefantinhos subimos a Leidsestraat, é uma rua bem comercial de Amsterdam. Tem tudo quanto é loja de tudo quanto é coisa. Além das lojas, tem muito pedestre, bicicleta, moto, carro e tram… tudo junto no mesmo lugar. É muito divertido ver essa dinâmica maluca!

Leidsestraat

Por ali fizemos um lanchinho rápido e barato e fomos em busca de mais elefantinhos… caminhamos no sentido do Begijnhof , que é um pouco para o centro. Passamos por uma feira de flores. Que delícia! As tulipas são as mais conhecidas, mas tem cada flor tão linda. Além das flores também tem muita semente e bulbo, mas é muito mesmo. Até a semente da maconha tem lá para vender. hehehe

feira_flores

Como já estava bem frio paramos para tomar uma cerveja (o Dú) e um capuccino (eu). Logo depois estávamos com o mapa aberto em um dos canais tentando nos localizar para voltarmos para o hotel quando um mendigo parou e apontou no mapa exatamente onde estávamos e nos explicou, com um inglês irritantemente invejável que caminho deveríamos pegar, que por sinal seria o mais charmoso… é a vida!!!

noite

Fizemos um pit stop em um supermercado (adoro explorar supermercados em viagens e ver o que tem de diferente) e encontramos mais dois brasileiros por lá! Compramos uns chocolates e uma cerveja… o único problema é que não temos frigobar no quarto, mas depois eu conto o que fizemos!

À noite caminhamos mais um pouco pela parte mais movimentada e decidimos comer no Royal Thai, um restaurante tailandês bem simpático, mas a comida só era apimentada, nada de mais… esse ficou devendo.

royal_thai

Na hora de dormir trocamos de cama, o meu colchão era visivelmente menos pior que o do Dú… Quem sabe assim ele não dorme melhor! 😉

Ah!… e amanhã… tem Van Gogh Museum! EBA!!!!