Tag Archive | Bruxelas

Saudades do Brasil

Depois da visita ao Parlamento Europeu aproveitamos que estávamos em Bruxelas e fomos experimentar um restaurante brasileiro.

Para nossa surpresa boa parte do pessoal que estava na visita nos acompanhou… E estavam bem entusiasmados!

O restaurante se chama Saudades do Brasil. E nosso desafio começou já pelo nome, como explicar a sutileza do significado da palavra Saudades? 😉

A decoração é super legal e com vários objetos bem representativos da cultura brasileira. Tem até um Manneken Pis preto e vestido com uniforme da seleção brasileira de futebol… Lindinho!

A maioria foi de Moqueca de Camarão ou Feijoada, seguindo nossas sugestões. Além do à la carte tem também a opção do buffet. Os que foram de buffet adoraram.

Como já era esperado o tempero estava longe de ser como o de Salvador. Senti falta do azeite de dendê e da pimenta porreta, mas valeu suuuper! Deu para matar um pouco das Saudades do Brasil! hehehe

O Reggie, um americano bacanérrimo que já viveu no Rio de Janeiro, não acreditou quando descobriu o Guaraná no cardápio! E como não podia deixar de ser ele foi de Guaraná e Duvel! E rola Guaraná na mesa. 😛

Além do Guaraná, também tinha Skol. O Steve, o escocês, perguntou o que era e ficou super curioso para experimentar essa cerveja que seria tão diferente das que ele conhece, mas infelizmente não tinha Skol naquele momento. 😦

Valeu! Simples e agradável! 🙂

Parlamento Europeu

Esta semana visitamos o Parlamento Europeu.

Nosso dia começou bem cedo. Fomos para a estação de trem e lá encontramos com parte do pessoal do MBA que também iria para a visita. A diversão já começou ali. Eles estavam brincando, uns com os outros, usando as expressões em chinês que aprenderam no dia anterior, como preparatório para a viagem à China.

Uma confusãozinha na troca de trens foi motivo para mais brincadeiras… 😉

A região onde o parlamento está é beeeem legal. O prédio é lindo, super moderno e desde a estação de trem podemos perceber a preocupação com infraestrutura e instalações funcionais e bonitas.

Depois de uma breve espera na frente do prédio, passamos por revista (como as de aeroporto), mas não apresentamos nossos ID’s na entrada :?. E enquanto aguardávamos no hall, fotos para cá e para lá. Valendo até se sentar na frente das bandeiras dos países membros da UE. 😆

Tivemos 1h30 de sessão com um funcionário do parlamento, que comentou sobre a organização da UE, estrutura, desafios, vantagens, relações etc.

Foi uma conversa muito agradável e bastante interessante, especialmente porque o rapaz no início parecia um mala, mas depois mostrou-se com um humor bastante sarcástico!

Logo depois visitamos a plenária, onde as reuniões acontecem… Impressionante.

E finalmente, aproveitando que estávamos em Bruxelas, fomos almoçar em um restaurante brasileiro… Mas essa saga conto em outro post. 😀

Update: Clique aqui para acessar o post sobre o restaurante brasileiro.

Comendo com as mãos

Ontem fomos jantar com um pessoal do MBA em um restaurante etíope. O Kokob, um restaurante bem no centro de Bruxelas, pertinho do famoso Manneken Pis, de agradável ambiente e atendimento, mas com preço um pouco mais salgado que o normal.

Estávamos em 15, acho! Só por estarmos juntos tudo já fica mais especial, mas esse restaurante contribuiu bastante para termos uma noite diferente. 😉

Os pratos típicos são servidos em grandes bandejas no centro da mesa. Essas bandejas são compartilhadas entre quatro pessoas. Sobre duas massas de “panqueca” são dispostas pequenas quantidades de: lentilha super apimentada, carne moída com molho vermelho, queijo (me lembrou o chanclich), um temperado e outro não, saladinha com pepino, tomate e muito repolho, cordeiro beem temperadinho e um refogado de batata e cenoura.

Para se fartar, você rompe um pedaço da massa de “panqueca”, que são servidas em rolinhos e, com a mão, você pega o que você quer como recheio, levando essa delícia gloriosamente à boca. hummm

Para mim não podia ser melhor. Adoro experimentar diferentes sabores e saboreá-los com as mãos… hum… foi a glória! 😀

Percebam, nas duas últimas fotos, o estado das bandejas ao final da farra. 😉

Mas as novidades não acabaram por aí. O café servido é etíope e é torrado alí, na mesa. O aroma é único! Só então o café é passado e servido em uma bandeja super fofa.

Para encerrar a noite, fomos à um bar medieval, como uma taberna mesmo! Várias cervejas diferentes!

Que noite!

Je suis très contente!

Hoje fui à Bruxelas por motivos mega burocráticos… Para resolver algumas coisas no Brasil alguns órgãos/instituições não estão aceitando as procurações que deixamos e estão solicitando procuração pública.

Então aproveitei para bater perna pelas bandas de Bruxelas e ainda para ir ao Consulado de Portugal para emitir o meu passaporte e ser definitivamente uma cidadã européia… que chique!

Pois bem, o que me deixou mais feliz, entre tantas experiências diferentes que tive hoje, foi testar o meu francês… Começou quando pedi informação na rua, pois não estava na avenida certa: perguntei em francês e entendi direitinho o que a senhora me explicou… EBA!!!

Depois, fui comer um lanche rápido e pedi tudinho em francês, mas aí a atendente desembestou a falar e não entendi nadinha, mas usei uma das frases mais importantes que aprendemos, e essa é importante de se aprender em qualquer idioma: Vous pouvez parler plus lentement, s’il vous plaît? = Você pode falar mais devagar, por favor?… E não é deu certo? Fiquei orgulhosa da minha habilidade de comunicação… hahahah

Pelo menos perdida e com fome eu já sei que não fico! 😀