Arquivo | Londres RSS for this section

Descobrindo Londres

Nosso café da manhã foram três pastéis de nata… Mmmh! Começamos bem! A Mari os tinha comprado ontem no mercado Português, mas comemos tanto na janta que eles acabaram ficando para depois.
Fizemos um tour com a mesma empresa de Amsterdam e Paris, a New Europe. Dessa vez não foi tão bom quanto as outras duas… Essa, talvez pela guia, foi mais fraquinha. De toda forma aproveitamos e conhecemos um pouco sobre a história dos principais pontos turísticos.
O dia estava com Sol, mas bastante vento. Dava até para sentir um friozinho! Almoçamos em um típico restaurante/pub Inglês e comemos o tão típico fish and chips… Estava uma delícia! Por que as coisas gordurosas e não tão saudáveis são tão apetitosas? Não é justo!!!

Caminha que te caminha, voltamos ao Saint-James park. Segundo nossa guia James I em 1.603, assim que assumiu o poder ordenou a construção desse parque, o qual serviria como seu jardim privado. Como o seu hobby era a caça, ordenou também que trouxessem animais exóticos como Camelos, Crocodilos e Elefantes, sem falar no viveiro de aves exóticas. Pode?

Da ponte que cruza o lado podemos avistar de um lado o palácio de Buckingham e do outro o London Eye… Lindo!
Demos mais umas voltinhas por lá, vimos uns patos que mergulham, um baratinho! Vimos uma ave que mais parece uma galinha selvagem tomando um sorvetinho que tinha caído no chão! Uma orquestra jovem tocava e muita gente sentada no gramado se deliciava ao som…

Fomos em direção ao Hyde Park, mas já estávamos com as pernas muito cansadas. Como não achávamos um bar/café por aqueles lados, pegamos o metrô e fomos para a região Picadilly. Lá achamos um mercado japonês que tinha literalmente de tudo, uma loucura. Tomamos um sorvete e timamisù de chá verde e compramos uns sushis/sashimis e cerveja japonesa para o jantar.

Depois de um banho revigorante e da comidinha japonesa, só nos restou uma soneca bem gostosa! 😀

Anúncios

Londres, aqui estamos nós!

Viagem de trem mais que tranquila e confortável. Chegamos em Londres às 15h00 e à nossa espera na estação estavam minha amiga-irmã Maricota e sua filhota Isa, que é a coisinha mais gostosa desse mundo.

Depois de um longo e mais que aconchegante abraço, fizemos um lanchinho, ali mesmo na estação e partimos para uma pequena maratona em um dia atípico de muito Sol em Londres.

Duas malas e um carrinho de criança… Metrô, caminhada até a casa onde nos hopedamos, deixamos as tralhas lá e… Supermercado, mercado Português, ônibus e mais uma caminhadinha cheios de sacolas mais o carrinho da Isa mais muito Sol. 😉

Chegamos na casa da Mari. Que delícia! Um ambiente muito gostoso, vibração mega boa e uma menina linda correndo pela casa e nos mostrando seus brinquedos.

Fizemos um lanchinho com pão, requeijão (grego, mas muito parecido com o do Brasil) e mortandela… Ai, que delícia! Dá para querer algo mais?… Mais brincadeira com a Isa… Uma boquinha e por fim um jantar bem gostosinho que a Maricota preparou para nós, com direito a vinho “fru… fru… como é mesmo Fê?”, “É frutado, Mari. Frutado! Hahahaha”.

Pegamos a busuca quando já passava das 23h00. Busuca vermelha de dois andares, logo subi e peguei os lugares da frente… Criança é assim mesmo! 😛

Que dia divino! Rever uma das pessoas que mais me dão alegria na vida, conhecer a filhinha desse ser maravilhoso, dividir horas divertidas e intensas, saber que elas fazem parte de uma família feliz… O que mais posso esperar da vida? 🙂