De Gaudí a Dalí

Dali01Quando ouvimos “Barcelona” um das primeiras coisas que lembramos é Gaudí. A referência é sem dúvida correta, mas incompleta. Pelo menos para mim, que tenho Dalí como meu artista preferido.

Tudo bem que Figueres, a cidade natal de Dalí onde está o Teatro-Museu Dalí, fica a mais ou menos 140 Km de Barcelona. Este é um pequeno detalhe para a multidão que visita o museu – li em algum lugar que é o segundo museu mais visitado da Espanha, perdendo apenas para o Prado, em Madrid. Apesar da distância é um day trip tranquilo – mais ou menos 2 horas desde a estação Sants até Figueres, onde se chega ao museu facilmente a pé.

Nem preciso dizer que minha expectativa era alta… E não me decepcionei, embora tenha com certeza me surpreendido.

Dali02O interior do Teatro-Museu Dali03

Quando vamos a um museu nosso foco está nas obras expostas, sejam elas pinturas, esculturas ou outra qualquer. Mas no Teatro-Museu Dalí o número de suas obras mais importantes é bastante limitado (uma é Leda atòmica, na foto abaixo) – apesar de aparentemente ser o maior e mais diverso acervo de Dalí. O real interesse está no museu em si e em como você o experiencia.

Dali04

O próprio Dalí definiu como suas obras seriam expostas. Isto, mais a estrutura completamente diferente da de um museu “normal” te dão a chance de explorar com curiosidade todo o ambiente. É quase como estar em uma tela 3D em tamanho natural… A liberdade de tirar fotos à vontade (sem flash, por favor!) só aumenta esta experiência, pois te permite explorar ainda mais o museu, pela perspectiva da lente. Você realmente visita o museu, ao invés de ir lá ver o que está exposto.

Dali05a

E o mesmo tíquete para o Teatro-Museu ainda dá entrada para outra exposição de Dalí, completamente inusitada… jóias! É verdade, Dalí também desenhou muitas, muitas jóias. É interessante ver quanta atenção ele colocou neste trabalho, que definitivamente não é muito conhecido.

Dali07

Dali08

Enfim, se você gosta de arte vale a viagem a Figueres para visitar o museu. Porque é basicamente isto o que você tem para fazer ali Smile Ah, tem também o castelo de San Ferrán, aparentemente o maior da Europa. Mas não conseguimos conferir porque ele estava fechado – horário de inverno, muito mais limitado do que no verão…

Dicas práticas:

  • MUITA gente visita o museu. Ir em um final de semana no verão deve ser um inferno. Escolha um dia da semana e tente chegar cedo. Também verifique se o site do museu está vendendo tíquetes – quando fomos esta opção não estava disponível, talvez por ser “baixa” temporada.
  • Tem um restaurante super bem avaliado na cidade – Onix (Carrer de Sant Llàtzer 8). Infelizmente não conseguimos almoçar lá, traídos pela hora da siesta Sad smileSe acontecer o mesmo com você, uma opção é o La Tagliatella (Cap de Crues Cantonada) – um italiano bem perto do Teatro-Museu bem bom e com preço camarada
  • Chegue na estação em Barcelona com um pouco de antecedência – o trem não tem Figueres como destino final, o que pode confundir na hora de embarcar. O trem Regional é um pouco mais barato e uns 30 minutos mais demorado – vai parando em toooooodas as estações pelo caminho.
Anúncios

Tags:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: