O outro lado da última semana do MBA

Toda história tem dois lados. Um dos lados da última semana está neste post. Agora vou escrever um pouco sobre o outro.

Desde o início do IMEx sabíamos que esta seria a última atividade do MBA. Por um lado estávamos todos querendo finalizar o IMEx e concluir de uma vez por todas o MBA; por outro lado, estávamos todos um tanto tristes com isto.

A Fê diz que estávamos todos um pouco melancólicos. Não sei se descreveria assim, mas ela tinha a neutralidade de um observador externo, portanto acredito que seja uma descrição acurada.

O fato é que eu achava um pouco exagerado quando diziam que um MBA é uma life-changing experience. Mas depois de passar um ano tão intenso, com tanta gente de perfis e culturas tão diferentes, passando todo o dia junto, trabalhando nos vários projetos até muito depois das aulas, saindo para se divertir, indo viajar, discutindo nossos objetivos e ambições… Agora não acho isto um exagero tão grande. Especialmente em um MBA em que colaboração é uma palavra de ordem, como o da Vlerick: se você não consegue confiar que seus teammates farão a parte deles (e às vezes ajudá-los nisto) você está simplesmente perdido, porque não terá tempo de fazer tudo. Os laços de companheirismo e amizade se tornam muito fortes neste processo. Acho que algumas pessoas com tendências control-freak não conseguiram entender isto e foram meio que se isolando ao longo do ano, tanto que no final eram quase que estranhas em meio a grandes amigos.

Ao mesmo tempo em que era difícil ignorar que nosso período de convivência estava chegando ao fim, todos nós evitávamos o assunto. “É difícil acreditar que acabou” era o comentário mais comum. Mas isto não reflete o alívio de se livrar de algo ruim; muito ao contrário, reflete meio que a paralisia de chegar ao fim de um dos melhores anos de nossas vidas. E olha que não foi nada parecido com um mar de rosas: aulas das 09h00 às 17h30, grupos até às 20h00, 21h00, estudos até a hora que você aguentar 🙂 (a partir de janeiro era normal ficar até 01h00 estudando ou trabalhando em algum assignment). Se você quiser, irá expor todos os pontos que precisa desenvolver; mas também terá a chance e o apoio para desenvolvê-los numa velocidade que não imaginaria possível. Isto sem falar nos imprevistos: vulcão na Islândia que deixa um monte de gente “presa” em diferentes países, fogo no studio de um amigo, patos a serem salvos (posts 1, 2 e 3), terremoto no Chile (tínhamos 4 chilenos no nosso grupo), ajuda para mudar as coisas dos nossos amigos de um lugar para o outro, 3 horas debaixo de neve em um dos exercícios do Social Skills Seminar, aventuras envolvendo bicicletas e algumas garrafas de Duvel, o nascimento de duas crianças – e mais uma chegando… Com tudo isto, o in-company project pareceu quase que férias 😛

Algumas pessoas já seguiram seu caminho, como o Patrick, que voltou para a Nigéria, ou o Cem, que já se mudou para a Eslováquia. Outros estão indo antes da cerimônica de graduação, daqui a 15 dias. E outros já tem a viagem marcada para logo depois. Rússia, Estados Unidos, Inglaterra, Índia, China, Nova Zelândia, Chile e muitos outros países.

Mas todos continuaremos conectados por uma amizade que você só desenvolve em algumas situações. “É quase como estar no exército”, disse o Reggie, grande amigo norte-americano. Indeed Reggie, indeed…

Com este olhar recebemos a nova turma em um karaokê que marcou meio que uma despedida para nós… Toda a nossa turma estava tão elétrica, tão animada que foi impossível para eles não se deixarem contagiar. Inclusive para meu novo colega brasileiro, o Lourival: bem-vindo a Leuven, espero sinceramente que aproveite muito seu ano na Vlerick.

Anúncios

Tags:, , , ,

2 responses to “O outro lado da última semana do MBA”

  1. Luciana Yumi Taniguti says :

    Edu, é maravilhoso poder acompanhar as aventuras e aprendizados de vcs através deste blog. Pode ter certeza de que viajei por todos estes meses nas palavras que vcs compartilharam carinhosamente neste site. Eu adorei tudo! Bjs para vc e a Fe com saudades! Luciana Taniguti

    • Eduardo Longo says :

      Oi Lu, que bom receber sua “visita”! Ficamos muito felizes que tenha gostado, este era provavelmente o nosso maior objetivo. Também estamos com saudade! Um grande abraço, Edu e Fê

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: