Mais sobre Shanghai – parte 5

Todo mundo diz que Shanghai e Beijing são duas cidades completamente diferentes e isto não é exagero. Até por conta de sua história, Shanghai é muito mais ocidentalizada do que Beijing, mas isto não é suficiente para explicar a diferença. O fato é que Beijing – talvez por ser a sede do governo – ainda parece carregar por todos os lados sinais de uma China “antiga”, talvez anterior à abertura da economia, ao mesmo tempo em que tem uma certa “atmosfera” política. Shanghai, por outro lado, deixa muito clara sua vocação para negócios – algo que imagino ser natural em toda cidade que é um centro financeiro importante. Um dos nossos colegas norte-americanos disse que Beijing é como Los Angeles, enquanto Shanghai se parece mais com Nova Iorque.

De modo geral, Shanghai é uma cidade muito mais “compacta” do que Beijing, já que as duas tem aproximadamente a mesma população mas a primeira só tem 40% da área da segunda. As regiões da cidade também estão muito melhor delimitadas do que em Beijing – o centro financeiro (onde está a TV Tower) transmite sofisticação e modernidade – nem poderia ser diferente, pois há apenas 30 anos atrás toda esta área era basicamente habitada por pescadores e outras pessoas ligadas à economia local. Quando você se afasta de lá acaba encontrando áreas com residências e hábitos muito mais ligados ao passado. À noite a cidade se enche de luzes, diferentes a cada dia, como que reafirmando sua opulência. Aliás, prédios com arquitetura arrojada é o que não falta e isto mais ou menos se tornou uma marca registrada da cidade. A área para caminhada à margem do rio Huangpu – o Bund – dá um charme especial à cidade, também graças aos edifícios construídos na avenida beira-mar em diferentes períodos usando diferentes estilos, resultado do estado de semi-colonialismo que a cidade viveu durante vários anos. Visitar o museu que conta a história da cidade (fica na TV Tower) foi interessante, pois é muito claro como este passado ainda está presente – um dos palestrantes colocou que a China sente um certo “ressentimento” (talvez esta não seja a melhor palavra) do Ocidente por não reconhecer o quanto ela progrediu nas últimas décadas, uma leitura que me parece muito correta.

A face moderna de Shanghai:

As mesmas observações a respeito da infra-estrutura de Beijing valem para Shanghai – excelente, moderna e funcional. O metrô, apenas como exemplo, tem estações enormes, muito bem organizadas, limpas e modernas. Alguns detalhes são muito legais – o ticket é um cartão plástico magnético, que é usado na entrada mas também recolhido na saída, para ser reaproveitado. Há várias máquinas automáticas para a venda dos bilhetes, com opção de mostrar os nomes das estações em inglês (aliás, se precisar se localizar, use uma destas máquinas que é muito mais fácil). E apenas para efeito de comparação, ele tem 12 linhas, 264 estações e 420 Km de extensão. Deixo para os leitores mais curiosos a tarefa de comparar estes dados com os do metrô de São Paulo. Outra coisa que chama a atenção é a quantidade de viadutos e vias elevadas – em alguns pontos há uma confluência delas e podemos ver 5, 6 diferentes vias, algumas muito, muito altas.

A face antiga de Shanghai:

A mesma sensação de segurança está presente, mas desta vez o policiamento é visível – em certo momento estávamos indo para um dos nossos jantares “oficiais” e passamos por um homem desacordado que havia sido algemado e estava cercado por policiais. Mas esta foi outra semana sem ouvir uma só sirene, mesmo tendo percorrido uma boa distância na cidade. O trânsito também é caótico, mas de forma um pouco diferente, pois há muito menos bicicletas, riquixás e motos adaptadas. O número de pedestres, em compensação, é enorme.

Em resumo, acho que nossos colegas do MBA da Universidade de Peking estavam certos: São Paulo tem ainda mais a cara de Shanghai, mas Shanghai é uma versão mais moderna, sofisticada e em alguns aspectos melhorada de São Paulo.

O Bund:

Anúncios

Tags:, , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: