Onde e o que comemos em Veneza

Em Veneza também comemos muito bem! Ai ai! Mas uma coisa muito importante é que fomos, na maioria das vezes, em restaurantes indicados pelo dono do B&B. Segundo ele, em vários restaurantes você pode pagar muito e comer não tão bem… Seguimos as indicações dele e nos saímos muuuuito bem. 😀

Logo na primeira noite jantamos na Osteria La Patatina. Um restaurante agradabilíssimo. Todo em madeira e com mesas compridas, você divide a mesa com seu vizinho de lado, o que para algumas pessoas pode não ser muito agradável. Mas para nós foi uma delícia.

A culinária em Veneza é super baseada em frutos do mar e, então, aproveitamos e pedimos um prato com diversos frutos do mar grelhados. O qual por sinal estava divino! Para acompanhar um delicioso e macio vinho branco,  Brogo Magredo Pinot Grigio, Friceli. Que noite!

Em 27/Dez resolvemos fazer um lanche rápido pelo centro, por onde estávamos caminhando e paramos no Bar Xixi. Eu sei, eu sei! Devíamos ter suspeitado que pelo nome não dava para esperar muito, mas… Pois bem, comemos um lanche que estava bem meia-boca e que nos saiu bem caro por sinal… Aqui a prova de que o Mário, dono do B&B, tinha razão… 😦

Mas no jantar as coisas mudaram e voltaram a ser divinas! Primeiro tentamos ir à Osteria Trattoria Al Nono, mas estava uma fila enoooorme. Mudamos de idéia, claro, e fomos procurar o restaurante Muro. O lugar é super legal. Moderno e muito aconchegante.

Só depois descobrimos que tem mais dois endereços. Nós conhecemos o Muro San Stae.

O Dú comeu uma massa à ricota defumada e lingüiça que exalava um perfume indescritível e eu um Carpaccio dos deuses! Hum… Só de escrever já me deu água na boca! E de sobremesa:  tiramisù. 😀

Em 28/Dez tivemos muito mais sorte no almoço. Paramos no Al Vaporetto (Calle della Mandola, San Marco), mesmo sem indicação, mas resolvemos arriscar. Comemos pizza e o melhor tiramisù de Veneza, sem exagero nenhum. O Dú ficou bem feliz! 😀

E no jantar, depois de um tempinho de espera, conseguimos jantar na Trattoria Nono Risorto. Esse é um restaurante mais simples que os outros dois (Osteria La Patatina e Muro), mas ainda assim comemos muito bem, dessa vez, eu mais que o Dú. O Dú ficou na pizza e eu no spaghetti ao vôngole e alho… Delícia. E de sobremesa, claro: o tiramisù. Também estava muito bom, mas o melhor de todos foi no simples Al Vaporetto. 😀

Anúncios

Tags:, , , ,

About Fernanda Relvas

Esposa, filha, irmã, tia, amiga, psicóloga, amante de tudo o que provoca questionamento, que promova o desenvolvimento e o crescimento. Curiosa, emburrada, crítica, teimosa, mas boa amiga e companheira!

Trackbacks / Pingbacks

  1. A singular Veneza « Cacau com Lúpulo - fevereiro 8, 2011

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: